Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

River Cross

River Cross

08
Ago18

POESIA

Rui Cruz
2018-06-13 15.40.22 (1).jpg

 

A poesia nasceu do mar,
mas não sobreviveu à marezia
porque........
chora lágrimas salgadas
como ecos de gargalhadas,
num paradoxo enlouquecido 
ou regenerado a cada dia.
sim, mas.......
enriqueceu as nossas memórias 
com algumas ideias cristalizadas,
umas, seduzidas pela nossa glória
outras, viciadas pela nossa alegria
........................................................
mas a poesia existe em modo gentil, 
muito desconexo ou desconjuntado,
sempre desejando quem a leia a mil 
ou sempre ansiosa por ser resgatada
o poeta, é o seu usurpador de elite,
o amor, esse, é refém da sonoplastia
já prenha de uma qualquer melodia,

fecundada pelo seu desejo noite e dia. 

.........................................................
poesia é o que ainda não aconteceu, 
como a alquimia dos nossos sentidos,
que estão ainda por nascer e aparecer, mas
porque expõem a timidez dos nossos desejos,
nem sempre, nem nunca nos irá pertencer
mesmo vindo toda ela dos nossos corações
..................................................................
ou talvez na leveza do gesto de uma mão 
ou num esboço sobre uma tela em branco,
ou como uma imagem da sua consagração,
ou talvez, pela face de um escritor preplexo 
junto ao seu esforço mais o seu complexo,
ambos debruçados ou sempre dobrados 
pelo seu persistente, duro e eterno segredo,
nascido da sua também dura enigmática razão.
 
mais ainda por a Poesia........
só ser a letra de todas as baladas
e uma balada para todas as letras.
 
Rui Cruz
 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D